Demissão de William Wack custou grana milionária à TV Globo

A polêmica envolvendo William Wack, flagrado nos bastidores do ‘Jornal da Globo’ proferindo frases de cunho racista nas eleições americanas em 2016, rendeu uma alta grana à TV Globo.

Segundo apurou o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, a rescisão custou R$ 3,5 milhões aos cofres da emissora. Como possuía contrato vigente, foi necessário indenizar o jornalista com todos os direitos previstos nas cláusulas do vínculo.

Vale lembrar que foram quase dois meses de negociações entre Globo e William Wack. O anúncio do rompimento foi feito em dezembro de 2017, dias depois de Diego Rocha, autor do vídeo, ter sentado na cadeira que pertencia ao apresentador e o assunto ter ganhado as redes sociais.