Caso Pedro Augusto na Alerj ganha as mídias sociais

Após graves denúncias feitas pelo SBT envolvendo assessores do deputado (MDB) e radialista Pedro Augusto, o assunto ganhou também as redes sociais.

O vídeo com a reportagem sobre o caso já foi visto mais de 150 mil vezes e compartilhado mais de 5 mil vezes na página oficial do SBT Rio no Facebook. Ainda há outros repliques feitos por usuários nas redes sociais.

No material, a equipe do SBT teve acesso a imagens que mostram um suposto esquema de repasse de salários realizado dentro do gabinete do deputado, na Alerj. O material exclusivo do SBT pode ser visto a seguir.

Procurado pelo repórter Fábio Barreto no prédio da Super Rádio Tupi, onde comanda seu programa, Pedro Augusto negou a denúncia, entretanto não quis gravar reportagem.

Dias depois, após repercussão do caso nas redes sociais, o comunicador soltou nota oficial negando mais uma vez o esquema – veja o texto na íntegra no fim deste post.

Pedro Augusto é deputado estadual desde 1999, há cinco mandatos seguidos. Além da Tupi, atualmente tem programa de TV, na Band Rio. Ele foi um dos parlamentares que votou a favor da libertação de Jorge Picciani, presidente da Alerj preso desde o fim de 2017 acusado de corrupção.

28575765_1759078450798540_5197355119584057356_n

Imagens: ALERJ (1) e Facebook (2).